O Decano do CCJE, Professor Vitor Mario Iorio, convida todos para a inauguração do Armazém Bibliográfico Professora Mariza Russo que ocorrerá no dia 22 de maio, terça-feira, às 18 horas, no Prédio Anexo 1 do CCJE.

 

 
 
 

Sinopse:

Marx pede para voltar do além porque está indignado com a concentração de riqueza e com a deturpação de suas ideias. Tem permissão para fazer palestra, na qual fala, com humor e indignação, de sua vida, sua família, seus amigos e suas contradições.

 

 

Marx baixou em mim está em cartaz há um ano. Foram quarenta e uma apresentações em diversos espaços: residências, ocupações de escolas e universidades, sindicatos, clubes, associações, centros culturais, etc. Além do Rio de Janeiro, a peça já viajou para Belo Horizonte, São Paulo, Marechal Cândido Rondon (Paraná), Pindamonhangaba e São Bento do Sapucaí (São Paulo), Salvador (Bahia), Campina Grande, Cuité e João Pessoa (Paraíba). Tem apresentações agendadas Seropédica, Niterói e Friburgo.

 

Serviço:

Marx baixou em mim – uma comédia indignada – comemoração de um ano e início de temporada

Direção e interpretação de Jitman Vibranovski

Tradução de Tereza Briggs para Marx in Soho, original de Howard Zinn.

Duração: uma hora, seguida de debate

Entrada franca

Classificação etária: livre

 

No dia 11 de dezembro de 2017 às 19h foi realizada a cerimônia de reabertura da Biblioteca Eugênio Gudin e a inauguração da nova sala de reunião da Decania. Também fizeram parte desse evento a inauguração do Armazém da Biblioteca, espaço para a guarda do acervo retrospectivo e a inauguração da Sala de Pesquisa, novo ambiente de estudo para os usuários, localizados ambos no anexo do Serviço Social e cedidos à Biblioteca pela Decania do CCJE.

 

Esta nova Biblioteca foi pensada para ser um lugar acolhedor e confortável, com portas e janelas restauradas, nova iluminação, ambiente climatizado, novo mobiliário e espaço para quarenta lugares em seu interior ao lado do acervo para os que desejarem realizar estudos e consultas.

 

As boas novas não se limitam ao novo visual recém conquistado, produto de uma iniciativa da Decania do CCJE na gestão do Decano e Professor Vitor Iorio. Aos que perguntam para onde foi o restante do acervo, esclarecemos que a Biblioteca foi contemplada pelo CCJE com um espaço anexo ao Serviço Social para onde foi transferida sua rica coleção de periódicos, alocada em um módulo de estante deslizante, além de abrigar também as teses e dissertações, textos para discussão e doações recebidas. Aos usuários que desejarem realizar empréstimo de alguns desses títulos poderão fazê-lo normalmente. Basta que solicitem ao balcão de empréstimo que um dos servidores de apoio buscará a publicação desejada.

 

A Biblioteca Eugênio Gudin tem seu acervo especializado em Economia, Administração e Ciências Contábeis constituído de 19.883 volumes de livros, obras de referência, 4083 seriados, 1.025 teses, 1.059 monografias de alunos, 91 relatórios de pesquisa, 690 títulos de periódicos, 1.052 fitas de vídeo, folhetos, disquetes, cd-rom.

 

Acesse o Catálogo Online da UFRJ para consultar esses e demais itens do nosso acervo www.minerva.ufrj.br

 

reina 3

Devido ao projeto maior de restauração do Palácio Universitário, a Biblioteca Eugênio Gudin ficou fechada para obras desde setembro de 2016. Inicialmente foram feitos reparos no forro e no telhado, seguidas pela pintura, restauração nas portas e nas janelas e, por fim, a troca da iluminação dos diferentes ambientes que compõem a Biblioteca.

 

Todo este trabalho foi planejado e executado visando oferecer o melhor a todos os alunos e usuários que fazem da Biblioteca o seu ambiente de estudo e pesquisa.

 

Veja algumas fotos do processo de reforma da Biblioteca do CCJE.

 

Subcategorias

UFRJ Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas - CCJE
Desenvolvido por: TIC/UFRJ