Esta etapa do projeto contitue uma análise de algumas universidades do Brasil, em especial do Rio de Janeiro. Foi pesquisada a estrutura dessas universidades e de suas Unidades, observando de que forma elas se assemelham ou se diferenciam do CCJE. A etapa tem o objetivo de apresentar sugestões de melhoria para a estrutura do CCJE, com base nos exemplos de outras instituições.

 

1. UFF - Universidade Federal Fluminense
Assim como na UFRJ, existe na UFF um sistema de Pró-Reitorias, vinculadas à Reitoria, para tratar de Assuntos Acadêmicos, Pesquisa e Pós Graduação, Planejamento, e Extensão. Existem ainda Órgãos de Assessoramento e Complementares, como a Procuradoria Geral, a Comissão Permanente de Pessoal
Docente e o Departamento de Desenvolvimento de Recursos Humanos. Há também Centros Universitários, que reúnem as Unidades de Ensino da UFF, da mesma forma que os Centros da UFRJ. Devese destacar, porém, que as funções desses Centros diferem daquelas dos Centros da UFRJ.

Os Órgão de Administração Executiva são órgãos centrais dos respectivos sistemas administrativos no âmbito da Universidade, sob a responsabilidade direta de um Diretor. Eles são formados pelos Departamentos de Serviços Gerais, de Pessoal, de Contabilidade e Finanças, de Assuntos Comunitários, de Administração Escolar, e de Difusão Cultural. Com as informações coletadas nos sites, observa-se que muitas funções realizadas pelos Centros na UFRJ ficam sob responsabilidade dos Órgãos de Administração Executiva na UFF.

O Centro de Estudos Sociais Aplicados da UFF é o que mais se assemelha ao CCJE. Congrega as áreas ou conjuntos de áreas afins de ensino, pesquisa e extensão, que constituem as Unidades Universitárias. Estas Unidades são formadas pelas Faculdades de Administração e Ciências Contábeis, de Direito, de Economia , de Educação, pelo Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional e pela Escola de Serviço Social de Niterói.

Não há no site a descrição de seções ou estrutura parecida do CES. O único Centro com informações disponíveis é o CCM (Centro de Ciências Médicas), tendo sido utilizado na presente análise como exemplo para a estrutura dos Centras da UFF como um todo.

A estrutura do CCM se define abaxo:

Direção
• Assessoria de Extensão
• Assessoria de Infra-Estrutura, Administração e Finanças
• Assessoria de Graduação
• Assessoria de Pesquisa e Pós-Graduação
• Protocolo
• Recursos Humanos
• Registro Escolar

Pela estrutura apresentada, observa-se que o Centro possui algumas funções semelhantes ao CCJE, como Protocolo e Recursos Humanos, enquanto outros cargos de Assessoria estão presentes apenas na estrutura da UFF. É importante ressaltar que o estudo se baseia em informações divulgadas no site da Universidade ou do Centro, os quais não disponibilizam descrições das funções do Centro.

 

2. UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Assim como as Pró-Reitorias na UFRJ, existe na UERJ um sistema de Sub-Reitorias, vinculadas à Reitoria, para tratar de assuntos referentes à Graduação, Pós Graduação e Pesquisa, e Extensão e Cultura. Há também Centros Setoriais, que congregam as Instituições da UERJ, da mesma forma que os Centros da UFRJ.

Deve-se destacar, porém, que as funções  desses Centros diferem daquelas dos Centros da UFRJ. Existem ainda Diretorias responsáveis pela Auditoria Interna, a Administração Financeira, a Comunicação Social, a Informática, o Planejamento e Orçamento, e a parte Jurídica da UERJ. Os assuntos relativos à pessoal são tratados pela Superintendência de Recursos Humanos. Nota-se que muitas funções realizadas pelos Centros na UFRJ ficam sob responsabilidade das Diretorias na UERJ.

O Centro de Ciências Sociais da UERJ congrega as Faculdades de Administração e Finanças, de Ciências Econômicas, de Direito, de Serviço Social, e o Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. É, portanto, o Centro que mais se assemelha ao CCJE.

A estrutura acadêmico-administrativa do CCS constitui-se de:

• Direção
• Assessoria Acadêmica
• Gabinete da Direção
• Secretaria
• Seção de Comunicação

Pela estrutura apresentada, observa-se que o Centro não possui as mesmas funções do CCJE, sendo essas funções distribuídas entre as Diretorias, citadas anteriormente. É importante ressaltar que o estudo se baseia em informações divulgadas no site da Universidade ou do Centro.

 

3. PUC - Rio - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
A estrutura geral da PUC se mostrou bastante semelhante à da UFRJ, possuindo Conselhos, Vice-Reitorias (semelhante às Pró-Reitorias da UFRJ) e Centros. A denominação das Vice-Reitorias, por outro lado, difere das da UFRJ, existindo as Vice-Reitorias de Assuntos Acadêmicos, Assuntos Administrativos, Assuntos Comunitários e Assuntos de Desenvolvimento.

O Centro de Ciências Sociais da PUC-Rio congrega os Departamentos de Administração, de Comunicação Social, de Direito, de Economia, de Geografia, de História, de Sociologia e Política, e de Serviço Social, além do Instituto de Gestão de Riscos Financeiros e Atuariais, o Instituto de Relações Internacionais e dois Núcleos Interdisciplinares, o de Meio Ambiente, e o de Reflexão e Memória Afrodescendente. Sendo assim, pode-se dizer que o Centro é o que mais se assemelha ao CCJE.

Diferentemente da UFRJ, as funções dos Centros da PUC-Rio se restringem à reunir e representar os cursos por eles abrangidos, não havendo seções ou estrutura parecida descrita no site. Os departamentos dos cursos possuem coordenações para tratar de assuntos relativos à graduação, pós-graduação, pesquisa, entre outros.

 

4. USP - Universidade de São Paulo
Foi observado que a USP, assim como a UFRJ, utiliza o sistema de Pró-Reitorias vinculadas à Reitoria para tratar de assuntos referentes à Graduação, Pós Graduação, Cultura e Extensão, e Pesquisa. Existem ainda órgãos ligados diretamente à Reitoria, como a Ouvidoria Geral da USP, a Coordenadoria de Administração Geral (Codage) e a Editora da Universidade de São Paulo (Edusp).

A pesquisa mostrou também que, diferente da UFRJ, a USP não se organiza em Centros. Na USP as instituições, faculdades e escolas se organizam de forma independente. No caso do CCJE, foi estudada a estrutura da Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade (FEA), da Faculdade de Direito e do Instituto de Relações Internacionais (IRI), sendo possível comparar seus métodos de organização com os do CCJE.

Uma especificidade da FEA USP é a existência de Assistências em sua estrutura, que possuem responsabilidades semelhantes às do CCJE, porém restritas aos departamentos da Faculdade. São ao todo quatro assistências, Acadêmica, Administrativa, de Comunicação e Desenvolvimento, e Financeira:

• Assistência Acadêmica: é responsável pelo serviço de suporte ao Ensino, Pesquisa e Extensão na FEA-USP.
• Assistência Administrativa: é responsável por executar os serviços de apoio administrativo aos diversos Setores da FEA, no que diz respeito a procedimentos de pessoal e infra-estrutura.
• Assistência de Comunicação e Desenvolvimento: tem como objetivo contribuir com o Desenvolvimento Organizacional, por meio de ações de comunicação e educação corporativa, captando, consolidando e explicitando informações, além de promover programas de formação e de melhoria da qualidade.
• Assistência Financeira: é responsável pelo planejamento, execução e controle dos gastos realizados pela faculdade.

 

UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais
Assim como na UFRJ, existe na UFMG um sistema de Pró-Reitorias, vinculadas à Reitoria, para tratar de assuntos relacionados à Graduação, Pós Graduação, Pesquisa, Extensão, Planejamento e Desenvolvimento, Recursos Humanos, e Administração. Existem ainda Órgãos Administrativos, ligados diretamente à Reitoria, como as Diretorias de Deesenvolvimento Institucional, de Operações, de Tecnologia da Informação e a Procuradoria Geral, assim como outros órgãos, por exemplo, a Editora e a Imprensa Universitária.

A análise mostrou que na UFMG não existem Centros, a principal diferença na estrutura da universidade para a estrutura da UFRJ. Diferentemente da UFRJ, a UFMG é composta por Unidades Acadêmicas e Unidades Especiais, que diferem entre si por oferecer ou não curso superior de graduação. Para o caso específico das unidades compreendidas pelo CCJE, foi estudada a estrutura da Faculdade de Ciencias Econômicas (FACE) e da Faculdade de Direito.

Em ambas Unidades observou-se a existência de Seções Administrativas semelhantes ao CCJE, como Seção de Ensino, Almoxarifado, Pessoal e Contabilidade, além de outras seções inexistentes na estrutura do Centro da UFRJ, por exemplo a Seção de Patrimônio e de Auditório.

 

6. UnB- Universidade de Brasília
Semelhante ao sistema de Pró-Reitorias da UFRJ, vinculadas à Reitoria, na UnB existem Decanatos responsáveis por assuntos relacionados à Graduação, Pesquisa e Pós Graduação, Extensão, Administração e Finanças, e Assuntos Comunitários. Existem ainda Assesorias e Secretarias, como as Secretarias de Administração Acadêmica, de Comunicação, e de Recursos Humanos, assim como Órgãos Complementares, por exemplo, a Editora e o Centro de Informática.

Há também Centros na estrutura da UnB, porém, suas funções diferem bastante dos Centros da UFRJ. Na UnB, as Unidades Acadêmicas (instituições, faculdades e escolas) se organizam de forma independente, não havendo Centros congregando-as como na UFRJ. Os Centros da UnB são responsáveis por atividades de caráter cultural, artístico, científico, tecnológico e de prestação de serviços à comunidade, com finalidades específicas ou multidisciplinares. Baseado nos objetivos da análise, foi estudada a estrutura da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade, Ciência da Informação e Documentação (FACE), da Faculdade de Direito e do Instituto de Relações Internacionais (iREL).

Na UnB os Centros podem ter funções administrativas, de pesquisa ou de ensino e pesquisa. Eles são vinculados à Reitoria quando desenvolvem atividades de natureza geral ou multidisciplinar; e às Unidades Acadêmicas quando têm funções de ensino, pesquisa ou extensão nas áreas de atuação específicas destas unidades.

Todas as Unidades pesquisadas apresentaram poucas informações em seus sites sobre seções ou organização parecida, embora o Regimento Geral da UnB defina que é atribuição das Unidades Acadêmicas planejar e administrar os recursos humanos, orçamentários, financeiros e materiais sob sua responsabilidade, sendo provável que existam estruturas responsáveis por cada uma dessas funções, porém não divulgadas.

Clique para baixar a versão em .pdf

UFRJ Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas - CCJE
Desenvolvido por: TIC/UFRJ